quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Cruzes, credo

Penso que, apesar de não ser um tema da agenda actual (vá-se lá saber porquê), nunca será demais assinalar a dramática importância do tema destas igrejas modernas (católicas, convencionais, sublinhe-se) que têm na fachada principal uma cruz de néon. Ontem à noite, inesperadamente, passei por uma. Filhos, haverá lá coisa mais spooky, creepy, jesuschristsuperstar, sei lá que mais.

2 comentários:

  1. Espero que esta moda nunca pegue na Suécia, Deby... :)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar