terça-feira, 8 de outubro de 2013

Daddy

Não sei se corresponderá à verdade, mas o Clinton, apesar de ter sido um marido péssimo, parece ser um pai bonacheirão e espectacular, e a filha acompanha-o (muito mais do que à mãe) por todo o mundo, sobretudo nos trabalhos de cariz humanitário. Bonito.

2 comentários: